terça-feira, 7 de junho de 2011

Formação da Diversidade no Horto Municipal.

A formação do dia de hoje contou com a presença do Secretário do Meio Ambiente, Davi Cafune, o secretário ressaltou a importância da Agenda 21 que foi um dos principais resultados da conferência Eco-92 ou Rio-92, ocorrida no Rio de Janeiro, Brasil, em 1992.


O documento que estabeleceu a importância de cada país a se comprometer a refletir, global e localmente, sobre a forma pela qual governos, empresas, organizações não-governamentais e todos os setores da sociedade poderiam cooperar no estudo de soluções para os problemas sócio-ambientais. Também falou da importância do trabalho conjunto entre as Secretarias de Educação e Meio Ambiente para o fomento das ações voltadas a educação ambiental tais como a separação do lixo.Ao final,convidou as pessoas presentes a participar do descerramento da placa no Parque Tancredo Neves no dia 10 de Junho do corrente ano.

Horto Municipal de Cachoeirinha











Contamos também com a presença de João Paulo Scaramussa coordenador do Horto Municipal e Delmira Sandra de Moura Carvalho Assessoria Jurídica.

Relataram a constituição do Horto municipal situado no bairro Jardim Betânia. O local, fundado em 1989, abriga mais de 50 mil mudas de 480 espécies diferentes de plantas nativas, frutíferas, exóticas, medicinais e ornamentais, sendo algumas já raras na natureza.

O espaço, com cerca de 1,4 km², é composto por uma sementeira, que abriga mais de 12 mil mudas de plantas, além da área de crescimento das árvores. O Horto possui ainda uma estufa, com capacidade para cinco mil plantas. Com ela, pode-se fazer o cultivo de espécies até no inverno, pois dentro do local a temperatura se mantém alta e com controle de umidade.

Segundo o Art. 225 exerce na Constituição o papel de principal norteador do meio ambiente, devido a seu complexo teor de direitos, mensurado pela obrigação do Estado e da Sociedade na garantia de um meio ambiente ecologicamente equilibrado, já que se trata de um bem de uso comum do povo que deve ser preservado e mantido para os presentes e futuras gerações.






É importante ressaltar os profícuos diálogos desenvolvidos na formação entre as questões ligadas ao
ambiente e também as de recorte étnico-racial oriundos das vivências afro-indigenas.
Distribuiu-se no evento para as escolas participantes textos sobre Pierre Verger e sua contribuição a
questão ambiental,bem como,as relações estabelecidas,estudadas por Pierre em termos de plantas
ligadas a cosmovisão de matriz afro-brasileira.Na ocasião foram distribuidos também vídeos relativos
a Cor da Cultura 2011.

Seguidores

Pensamento

POIS NUNCA PERDE A LIBERDADE
QUEM LUTA E FAZ DO SONHO SUA VERDADE

1) Filhos da Candinha, ano.1993

Um Anjo Negro de Asas Brancas Chamado Liberdade