quarta-feira, 6 de março de 2013

  Para refletir no mês da Mulher.
 
 
Homens têm mais acesso à Internet que mulheres, revela estudo da ONU.

Estudo da União Internacional de Telecomunicações (UIT) mostra, pela primeira vez, a diferença de gênero no acesso à Internet em todo o mundo.

De acordo com ”O Mundo em 2013: fatos e dados das TIC” [tecnologias de informação e comunicação], 37% das mulheres têm acesso à rede na comparação com 41% dos homens. A diferença é mais acentuada nos países em desenvolvimento, com 16% menos mulheres conectadas.

O relatório lançado na quarta-feira (27) também afirma que, em breve, alcançaremos 7 bilhões de assinaturas de celulares – número igual ao de habitantes do planeta. A forte demanda contínua por informação e serviços de tecnologia de comunicação é incentivada pela queda dos preços da Internet de banda larga.

Segundo o documento, apesar de uma tendência positiva geral, onde 96% da população mundial têm acesso a celulares, no mundo em desenvolvimento, 90% das 1,1 bilhão das famílias ainda não têm condição de navegar na Internet.

Saiba os detalhes em http://bit.ly/Vdr6DE
 
 Portal da Educação:  http://educacao.cachoeirinha.rs.gov.br/
  A miçanga, todos as vêem.
 Ninguém nota o fio que, em colar vistoso, vai compondo as miçangas.
Também assim é a voz do poeta: um fio de silêncio costurando o tempo.
Mia Couto
 
 
Simone Majerkovski Custodio
 

 
Tutora local do Curso em EAD -2 edição-Procedimentos didáticos e pedagógicos em História e Cultura Afro-Indígena/DEDS UFRGS.

Seguidores

Pensamento

POIS NUNCA PERDE A LIBERDADE
QUEM LUTA E FAZ DO SONHO SUA VERDADE

1) Filhos da Candinha, ano.1993

Um Anjo Negro de Asas Brancas Chamado Liberdade