terça-feira, 2 de abril de 2013

Espaços de interesse cultural.

http://www.ufrgs.br/acoesafirmativas/i-semana-dos-povos-indigenas-da-ufrgs-2013-colocar-a-noticia-como-postada-em-20-04-2011







Museu Antropológico do Rio Grande do Sul


4Diretor: Walmir Pereira



O Museu Antropológico do Rio Grande do Sul foi criado em 20 de abril de 1978 a fim de reunir material que auxilie a pesquisa e o estudo sobre as diferenças culturais, assim como divulgar os aspectos tomados como significativos da cultura e da sociedade do Rio Grande do Sul.



O acervo do MARS é formado, prioritariamente, por documentos e objetos frutos de pesquisas etnográficas e arqueológicas, realizadas regionalmente. No centro de documentação da Instituição, constam, além de obras sobre tema, fotografias, entrevistas, objetos de uso cotidiano, até aqueles de conotação ritual e sagrada intrínseca. O material para pesquisa está disposto de acordo com os seguintes temas:



 Etnicidade e identidade de grupos migrantes (sírios-libaneses, açorianos, alemães, judeus)

 Liturgia católica

 Religiosidades afro-brasileiras

 Etnologia e etnicidade de grupos indígenas contemporâneos (Kaingángs, Guaranis)

 Arqueologia indígena

 Identidades étnicas de comunidades e movimentos negros no RS

 Movimentos estéticos urbanos (quadrinhos, rock)

 Territorialidade e habitação entre classes populares (etnografia de vilas populares)



Atendimento ao público:



O endereço do Museu Antropológico do Rio Grande do Sul é Rua dos Andradas, 1234 – 10º andar – Sala 1009 – Centro – Porto Alegre – RS – Cep.: 90.020-008. F: (51) 3228.7664. Temporariamente, a visitação pública ao Museu restringe-se ao centro de documentação da Instituição, e deve ser previamente agendada.

Para mais informações escreva para mars@sedac.rs.gov.br



Museu Antropológico do Rio Grande do Sul – MARS

Rua dos Andradas, 1234 – 10º andar – Sala 1009 – Centro

CEP 90020-008

Telefone: 32287664

e-mail: mars@sedac.rs.gov.br



Blog: www.museuantropologico.blogspot.com.br

Diretor: Walmir Pereira



Seguidores

Pensamento

POIS NUNCA PERDE A LIBERDADE
QUEM LUTA E FAZ DO SONHO SUA VERDADE

1) Filhos da Candinha, ano.1993

Um Anjo Negro de Asas Brancas Chamado Liberdade