terça-feira, 21 de março de 2017

Samba de enredo Imperatriz Dona Leopoldina

Autores: Arilson Trindade, Juliano Centeno, Leandro da Águia, Rico Bernardes, Claudinho, J. Lopes, Mamau Castro, William Farias e Leandro Almeida Intérprete: Igor Sorriso SINGRANDO OS MARES NO BALANÇO DOS TUMBEIROS O NEGRO EM SEU DESTINO AQUI CHEGOU NO BATISMO DO TAMBOR A LUTA PELA LIBERDADE MÃE ÁFRICA, JÁ TÃO DISTANTE UM HORIZONTE DE SAUDADE DO SACRAMENTO ÀS LÁGRIMAS DE SAL FLORESCE NESSE SOLO A CORAGEM TEM NO QUILOMBO O CLAMOR DE IGUALDADE FORTE, AGUERRIDO E BRAVO! TENHO ORGULHO, VIRTUDE E RAÍZ ALMA VALENTE! NEGRO GAÚCHO! UM VENCEDOR, EU SOU IMPERATRIZ LANCEIROS, HERÓIS DA DIGNIDADE HONRA...NA REVOLUÇÃO, A LEALDADE SABEDORIA NO LEGADO CULTURAL TEMPERO DA GINGA, A CRENÇA ANCESTRAL FOLCLORE TEM MAGIA LINGUAGEM SINGULAR EM PRIMAZIA NA ARTE REAFIRMA O VALOR VESTE COLORIDO ENFEITA A VIDA NAS FESTAS, FAZ ECOAR UM CANTO EM DEVOÇÃO BRILHA NA COR DA NOITE, ME FASCINA LUZ DE IFÉ, É TEU LARANJA AMADA LEOPOLDINA! GIRA COROA, QUERO VER GIRAR IMPERATRIZ A NEGRITUDE A EXALTAR FIRMA O BATUQUE DE NOVO SOU LEOPOLDINA A ALEGRIA DO POVO Categoria Música Licença Licença padrão do YouTube MOSTRAR MENOS COMENTÁRIO • 1

Seguidores

Pensamento

POIS NUNCA PERDE A LIBERDADE
QUEM LUTA E FAZ DO SONHO SUA VERDADE

1) Filhos da Candinha, ano.1993

Um Anjo Negro de Asas Brancas Chamado Liberdade